Gestão De TI Na Era Da Cloud Computing

Gestão de TI na era da Cloud Computing

Cloud Computing é todo serviço que é consumido pela nuvem remotamente. Quando você tira informações de dentro de casa e o coloca em um Data Center ou num provedor de Cloud visando ter melhor conectividade, melhor energia elétrica, evita que você tenha que investir nessas coisas, pois alguém já fez esse investimento por você e está te vendendo como serviço.
Então, na prática você estará pagando mais barato para alcançar o que você queria, que é escalabilidade e tempo de implantação bem mais rápido. E o grande diferencial é que você consegue fazer um sistema do seu jeito, conversando com seu provedor de nuvem.

Tipos de nuvem:
• Nuvem Privada
Onde você é o dono do computador, dono do hardware, roda seus sistemas lá dentro. Essa opção já te promove uma redução substancial de custo, porém você não possui tanta escalabilidade, pois é obrigado a comprar novos servidores para crescer.

• Nuvem Pública
Onde você não precisa fazer investimento nenhum, você consome como serviço, podendo colocar sua plataforma rodando dentro da nuvem, podendo escalar da maneira que quiser. É interessante para pessoas que não gostam de pagar por uso, pagar por consumo de disco, consumo de CPU, consumo de banda. Mas hoje não é mais necessário isso, você pode ter um contrato com previsibilidade, podendo otimizar a previsibilidade do uso do seu TI.
Existem alguns sistemas principais que deveriam fazer a migração para a nuvem o mais rápido possível.

Sistemas Principais para migrar para a Nuvem:

Sistemas de e-mail: Ter e-mail dentro de casa é o mesmo que viver soterrado de spam, de quantidade de tráfego, ter que gerenciar fila. Além de que e-mail é uma operação crítica na internet, concorda?
Essa migração permite um maior tráfego de e-mail facilitando a vida de qualquer um que mexe com o mesmo.

Sistemas Transacionais: São páginas de acesso da web que precisam de baixa latência de acesso, onde se fazem cadastros, consultas, etc. São páginas onde se transaciona informações, portanto a baixa latência e a estabilidade são muito importantes.

Sistema Backup: Manter um backup dentro de casa não é realmente um backup. Caso pegue fogo nas suas instalações ou aconteça algum imprevisto, o backup não será possível imediatamente, a restauração desses dados torna-se muito demorado.
Na nuvem é possível colocar suas informações de maneira segura, para garantir que ninguém terá acesso e você poderá restaurar no tempo em que desejar, de onde desejar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *